Quais são as causas do Câncer de Mama?

Comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, o Câncer de Mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais na mama, possibilitando a proliferação de um tumor na região dos seios. Entre vários tipos, alguns se desenvolvem de maneira acelerada, outros não. Neste mês especial do Outubro Rosa, conversamos com a médica Thais Mangabeira (CRM 175355), que nos contou algumas dúvidas mais frequentes, além de esclarecer alguns tópicos.

“O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente de câncer no mundo e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 25% dos casos novos a cada ano. Também é a maior causa de morte por câncer nas mulheres em todo o mundo. É uma doença de desenvolvimento insidioso, isto é, apresenta um desenvolvimento lento até o surgimento das principais manifestações clinicas, dentre elas podemos citar: nódulo palpável (através do auto exame ou por um médico especialista), endurecimento da mama, presença de secreção mamilar (espontânea e unilateral), retração ou abaulamento, inversão, descamação ou ulceração do mamilo, linfonodos axilares palpáveis.

 

(Divulgação | Ministério de Saúde)

(Divulgação | Ministério de Saúde)

 

Os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama são: sexo feminino, história familiar em parentes de primeiro grau (mãe, irmã, filha), menarca precoce, menopausa tardia, idade maior que 50 anos, nenhuma gestação, uso de reposição hormonal, antecedente pessoal de câncer de mama, endométrio, ovário e cólon, dieta rica em gorduras e uso crônico de álcool.

A mamografia é o principal exame para rastreamento, com capacidade para detectar lesões não palpáveis, assim como ajuda a definir se é doença maligna ou benigna além de causar impacto na mortalidade por câncer de mama.  De acordo com o Ministério da Saúde (final de 2015) recomenda-se para detecção precoce desta patologia o seguinte esquema:

  • Mulheres baixo risco (ausência dos fatores supracitados): exame clinico anual em idade superior a 40 anos; exame clinico anual associado a mamografia a cada 2 anos em idade entre 50 – 69 anos;
  • Mulheres alto risco (parente de primeiro grau com diagnóstico de câncer em idade menor a 50 anos; parente de primeiro grau com câncer de mama bilateral; parente do sexo masculino com câncer de mama): deve ser realizado o exame clinico e a mamografia anualmente a partir dos 35 anos.
(Divulgação | Senado Fedearal)

(Divulgação | Senado Fedearal)

Por tanto, a prevenção primaria do câncer de mama está relacionada ao controle dos fatores de risco conhecido, como obesidade pós menopausa, sedentarismo, consumo excessivo de álcool, podem ser controlados e contribuir para diminuir a incidência desta patologia, que infelizmente tem sido muito pouco valorizado. Com base nesse amplo resumo sobre evidências científicas da relação entre alimentação, atividade física e prevenção de câncer, estima- se que é possível prevenir 28% dos casos de câncer de mama por meio da alimentação, nutrição, atividade física e gordura corporal adequada.”

Faça o exame de mama anualmente! O câncer de mama tem até 95% de chance de curo se diagnosticado na fase inicial.

RECEBA NOVIDADES E OFERTAS EXCLUSIVAS POR EMAIL!
Cadastre-se agora para receber ofertas exclusivas e
novidades do Hilton São Paulo Morumbi.
Não enviaremos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Recent Posts